Quando trocar a Correia Dentada do Jeep

18/04/2019

Fazer a manutenção do seu Jeep é fundamental para garantir a sua segurança e a integridade do seu veículo. Alguns itens precisam ser trocados com mais frequência, como o óleo e as pastilhas de freio. Outros, têm vida útil mais longa, mas isso não significa que não precisam de atenção. A correia dentada é um desses itens. Ela é essencial para o funcionamento do veículo e pode causar sérios problemas se você deixar de fazer a troca no momento recomendado pela montadora.

O que é correia dentada?

A correia dentada é um componente fundamental para o bom desempenho do motor. Feita em nylon e lona, tem como função principal promover o sincronismo entre a árvore de manivelas e o comandos de válvulas.

Por ser uma peça que faz grande esforço, além de ser composta por peças que podem se desgastar conforme a utilização, recomenda-se a substituição por quilometragem ou por tempo determinado.

Como funciona

A correia possui dentes por toda a sua extensão que se fixam às polias do comando de válvula e à polia do virabrequim. Nesse mecanismo, um tensionador mantém a correia dentada firme e tensionada.

Quando substituir a correia dentada do Jeep motor 2.0 Diesel?

Os modelos fabricados até 2018 devem ter sua correia dentada substituída a cada 120 mil km ou 48 meses - o que ocorrer primeiro. Em casos de utilizações severas do seu veículo, o tempo e a quilometragem recomendados é equivalente à metade (60 mil km ou 24 meses).

Para os veículos Jeep modelo 2019, a substituição da correia dentada deve ser realizada a partir de 80 mil km ou 48 meses - o que ocorrer primeiro - quando em utilização normal.*

2_0.png

O que acontece se a troca não for feita

Se você não realizar a troca da correia dentada no momento adequado, ela poderá sofrer um desgaste excessivo ou até mesmo se romper. Nesses casos, o seu prejuízo será grande, já que a correia danificada pode fazer com que os pistões se choquem com as válvulas e os componentes sejam danificados.

Se isso acontecer, será necessário realizar uma retífica no cabeçote do motor e, dependendo dos danos, será preciso, também, substituir os pistões e o bloco do motor.

Para evitar danos ao seu Jeep e perigos aos ocupantes do seu veículo, realize as revisões e manutenções periódicas e rode tranquilo. A melhor forma de evitar danos ao motor do seu carro é seguir o plano de manutenção pré estabelecido pela montadora.

Se você está em Curitiba, vá até a Jeep Florença para garantir que seu veículo será revisado e reparado por uma equipe especializada e qualificada pela Jeep.

De acordo com a utilização e desgaste do veículo, pode ser necessário realizar a troca em tempos. Faça as revisões periódicas do seu Jeep para garantir o perfeito funcionamento do seu veículo e evitar acidentes.

conheça nossa loja

MARECHAL - CURITIBA Av. Marechal Floriano Peixoto, 1711 (41) 3148-8000